O que é blefarite e como tratar a doença

Você sabia que algumas doenças oculares podem aparecer pelo excesso de produção de oleosidade das nossas pálpebras? Pode soar estranho, mas esse é o caso da blefarite. A doença é caracterizada como uma a alteração ocular causada pela presença exagerada de bactérias nas pálpebras. Mas o que é a blefarite e como tratar a doença? 

Primeiro precisamos entender a estrutura das nossas pálpebras. Na borda entre elas e os nossos cílios há glândulas que produzem secreções gordurosas. Essas substâncias ajudam na formação das nossas lágrimas. Porém, quando produzidas em excesso essas secreções afetam os nossos olhos e causam sintomas como olho seco, coceira, vermelhidão e irritação na vista. 


Agora que você já sabe as características básicas das pálpebras, vamos te explicar o que é blefarite e como tratar a doença. Continue a leitura. 

O que é blefarite? 

A blefarite – também conhecida como “caspas nos cílios – é normalmente causada por infestações de bactérias presentes na pele ou por acúmulo de gordura na pálpebra. Esse excesso de sebo deixa a região muito mais sensível e suscetível a processos inflamatórios. A doença também pode estar associada a alterações da pele como a rosácea ou a dermatite  seborreica. 

A blefarite é chamada de caspas nos cílios porque o paciente costuma apresentar detritos nas pálpebras e também em torno dos olhos. Além de ser esteticamente muito desconfortável, a blefarite pode levar a perda permanente da visão. Por isso é preciso ter cuidado e atenção com a doença e buscar ajuda aos primeiros sinais. 

Os principais sintomas da blefarite são: 

  • Coceira 
  • Irritação nos olhos
  • Vermelhidão
  • Lacrimejamento 
  • Sensação de areia ou queimação 
  • Sensibilidade à luz 
  • Cílios grudados 

CLIQUE NO LINK E LEIA TAMBÉM NOSSOS E-BOOKS:

Como tratar a doença?

Apesar de ser uma doença crônica e de não ter cura, algumas atitudes podem fazer a diferença para que o tratamento seja eficaz. A primeira delas é sempre manter uma higiene diária e efetiva dos olhos, mesmo quando os sintomas forem embora. Por isso limpe bem a região com água e shampoo neutro. Quando for receitado, use pomadas antibióticas. 

Outra atitude que ajuda no tratamento é a utilização de compressas mornas para soltar as crostas nos olhos. Deixe os panos quentes na região por até 10 minutos. Repita a operação quando a compressa esfriar e siga corretamente as instruções do médico Oftalmologista. 

O tratamento da blefarite também pode passar pelo uso de lágrimas artificiais que aliviam o desconforto ocular. O uso de lentes de contato e de maquiagens nos olhos devem ser evitados até que o quadro infeccioso seja revertido.  

Apesar de ser chato e trabalhoso, o tratamento da blefarite é eficaz e relativamente muito simples. Manter os olhos limpos e visitar regularmente o médico Oftalmologista é muito importante para que a doença não se repita várias vezes e para que ela não evolua para um quadro mais sério, levando à cegueira.