O que é uveíte? Descubra sobre essa doença inflamatória

Os nossos olhos são estruturas muito frágeis e vulneráveis. Por estarem em constante contato com o meio que nos cerca, bactérias, fungos, vírus e outros microrganismos podem se relacionar com estes órgãos, causando doenças e inflamações em todas as estruturas oculares. Entre esses problemas está a uveíte. O distúrbio é uma doença inflamatório que pode ter consequências graves para os olhos. Mas o que é uveíte e como surge esta enfermidade?

Continue a leitura e descubra.                                                                                         

O que é uveíte?

A uveíte é uma doença inflamatória que acomete a úvea. Essa região engloba a íris, o corpo ciliar e a coroide. Também conhecida como túnica média do olho, a úvea é responsável pela dilatação do cristalino para que o olho consiga focar nos objetos mais próximos e também nos mais distantes (corpo ciliar); pelo revestimento interno do olho e da extremidade dos músculos (coroide); e também por dar cor e controlar a entrada de luz nos olhos (íris). Porém, a uveíte também pode afetar estruturas próximas, como a retina, o nervo óptico e o corpo vítreo. Entre os sintomas da doença estão:  

Quais são as causas da uveíte?  

A uveíte pode surgir por vários motivos, entre eles traumas oculares, infecções, tumores e também por doenças autoimunes. Quando o distúrbio se desenvolve por lesões traumáticas, ele pode ter como causa as seguintes situações:

  • Perfurações;
  • Queimaduras por produtos químicos;
  • Contusões;
  • Laceração da córnea;
  • Lesão por presença de corpo estranho na córnea.

Já as uveítes infecciosas ocorrem pelas contaminações por bactérias, fungos, protozoários ou vírus. As doenças mais comuns que causam o problema são:

  • Toxoplasmose ocular;
  • Sífilis;
  • Tuberculose;
  • Herpes Zoster.

As uveíte tumoral surgem como consequência de uma neoplasia primária na região dos olhos e por metástases de outras regiões do corpo. Já a uveíte causada por doenças autoimunes normalmente são resultado de moléstias como:

  • Doença de Behcet;
  • Artrite reumatoide;
  • Espondiloartropatias;
  • Psoríase;
  • Colite ulcerativa;
  • Síndrome de kawasaki.

__________________________________

CLIQUE NO LINK E LEIA TAMBÉM NOSSOS E-BOOKS:

_________________________________________

Conheça os tipos de uveíte

A uveíte tem vários tipos que podem ser classificadas de acordo com o tempo de vida da doença e seu desenvolvimento. Por isso ela é classificada em três níveis:

  1. Uveíte aguda: é aquela em que a doença teve início rápido, mas também teve curta duração, curando em alguns dias;  
  2. Uveíte crônica: é o tipo da doença que pode indicar uma recaída ou uma inflamação que não teve cura após três meses de tratamento;
  3. Uveíte subaguda: é aquela que aparece mais lentamente.

Quando a uveíte atinge a região do globo ocular ela pode ser classificada da seguinte maneira:

  • Uveíte anterior: quando a inflamação acomete principalmente a íris e o corpo ciliar;
  • Uveíte posterior: quando a inflamação acomete principalmente a coroide ou a retina;
  • Uveíte difusa: quando a inflamação compromete de maneira importante tanto o segmento anterior quanto o posterior do bulbo ocular.

Como é o tratamento da uveíte?


O tratamento da uveíte varia do grau de desenvolvimento da doença. Ela pode ser tratada com corticoides, anti-inflamatórios, antibióticos, dilatadores de pupila, etc. É claro que todas essas terapias só serão indicadas após avaliação e diagnóstico completo do médico Oftalmologista. Por isso é muito importante que a uveíte seja diagnosticada precocemente para que a doença não prejudique seriamente a visão.

A melhor maneira de prevenir a uveíte e outras doenças oculares é visitar regularmente o médico Oftalmologista.


Nestes momentos conte com a UPO Oftalmologia.